• Paula Mai

Um dia para ficar na história da família De Lara

Alta médica da matriarca Zenir Borges de Lara depois de 19 dias de internamento, na luta contra a Covid-19

A dona de casa Zenir Borges de Lara, 61, deu entrada na UPA Veneza depois de apresentar os primeiros sintomas da doença, no dia 20 de fevereiro. Dois dias depois, como quadro dela piorou precisou ser intubada na unidade de saúde, enquanto a equipe médica buscava por um leito de UTI.

Neste período ela recebeu todo o tratamento, cuidados necessários e sua saúde foi acabou se restabelecendo. No dia 5 de março dona Zenir foi extubada. Com a voz ainda bastante fraca, em função da doença, dona Zenir estava feliz por estar voltando para casa. “È um milagre. Estou muito feliz e grata a Deus e a toda equipe da UPA Veneza,” afirmou na tarde desta quarta-feira (10) ao deixar a unidade.

O médico Milton Necke ldestacou a excepcionalidade do caso. “A paciente chegou grave com necessidade de oxigênio. Evoluiu para insuficiência respiratória e ficou em ventilação mecânica. A partir deste momento ela necessitava de vaga de UTI, mas por conta da demanda, os leitos estavam todos ocupados e a equipe teve que se adaptar a nova realidade. Ela ficou 13 dias em ventilação mecânica e a equipe precisou fazer todos os procedimentos que normalmente são feitos em unidade de terapia intensiva. O quadro de Covid foi tratado e ela foi extubada. Agora está de alta, curada , sem necessidade de transferência hospitalar,” relata o médico.

Emocionada com a cura da mãe, Silvana de Lara, agradeceu o atendimento que a mãe recebeu na UPA Veneza. “Quero agradecer aos médicos e a toda a equipe. Graças a Deus minha mãe está curada. Agora estamos voltando para casa. Tivemos todo o suporte. A assistente social ligava e acalmava o coração da gente e graças a Deus ela deu conta e venceu,” comemora.

Karen Fracaro, assistente social que acompanhou o tratamento da dona Zenir fez um apelo para a população neste momento em que Cascavel passa por um grande número de casos. "Continuem usando máscara, álcool gel, distanciamento, isolamento. Somente assim a gente vai vencer. As pessoas não tem ideia do que a gente vive aqui todos os dias. Por isso eu peço que todos se cuidem," diz.

11 visualizações0 comentário