• Luiz da Cruz

Secretaria de Saúde alerta para o uso obrigatório de máscara e o respeito ao “distanciamento social”

A Secretaria de Saúde tem sido vigilante no aspecto do comportamento da população diante das medidas de isolamento e distanciamento social. Nesta semana, as ações serão ainda mais enérgicas, principalmente no que tange ao funcionamento de atividades autorizadas pelo Decreto 15.374 de 11 abril de 2020, publicado na segunda-feira, 13.

Clínicas de estética, manicures e pedicures, fisioterapia, academias são alguns dos estabelecimentos que poderão atender, desde que obedecidas as regras para funcionamento. De acordo com coordenador do Centro de Operações de Emergência da Secretaria de Saúde de Cascavel (COE), Rubens Griep, o vírus se propaga por meio do contato com gotículas, por isso a necessidade de que a população, que utilizará serviços autorizados pelo Decreto Municipal, saiba a importância do chamado “distanciamento docial”.

“O distanciamento entre as pessoas é fundamental para evitar que essas gotículas sejam expelidas; por isso a utilização da máscara se faz necessária para que esse distanciamento social seja completo”, alerta Rubens.

O Decreto Municipal traz ainda uma série de regras para que os proprietários de estabelecimentos se adequem, antes mesmo de receber os clientes. Entre eles está o fornecimento do álcool gel porque garante a limpeza das mãos antes e depois de tocar nos espaços coletivos.

O distanciamento com uso de máscara é obrigatório; as pessoas devem sair extremamente o necessário para poder manter a chamada “curvatura da doença”, ou seja, para que o número de casos do novo coronavírus não aconteçam de uma vez só.

Conforme a Secretaria de Saúde, os estabelecimentos devem manter um colaborador na porta, onde de forma sistemática, controle a entrada e saída das pessoas. O Decreto Municipal sugere a verificação da temperatura do cliente, o uso de máscara, higienização antes e depois de deixar estabelecimento, entre outros.

“A permanência desse funcionário controlando o fluxo na porta da empresa se faz necessária, pois na semana passada, por exemplo, comerciantes e população deixaram de cumprir as regras, assim tornando mais branda os cuidados com a própria saúde”, justificou o coordenador do COE.

Cada serviço que está sendo liberado pelo Decreto Municipal tem a obrigação de auxiliar o controle garantindo as condições mínimas estabelecidas para a efetividade do distanciamento social. As pessoas enquadradas como grupos de risco devem evitar sair de casa, por isso a necessidade de pedir ajuda a outras pessoas da família ou vizinhos.

“Todas as faixas etárias têm chances de contrair a doença, no entanto, àqueles do grupo de risco, como idosos, por exemplo, tem uma dificuldade de resposta do corpo para o combate da doença, e muitas vezez evoluem a óbito”, ressaltou Rubens Griep.

Confira as regras para comerciantes e a população durante a pandemia:

http://www.cascavel.pr.gov.br/anexos/2020041119303601.pdf

102 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco

© 2020 Secretaria de Comunicação Social de Cascavel