• Crislaine Güetter

Projeção ideal é de 158 casos até fim de abril, já pior cenário seria de 879 confirmados fim do mês

O governo municipal tem levado o enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19) com total transparência aos cascavelenses. Nesta quarta-feira (08), a Secretaria Municipal de Saúde divulgou dados acerca do combate ao vírus em Cascavel, anunciou medidas e também apresentou projeções sobre o avanço da doença, em coletiva de imprensa realizada no auditório da Prefeitura. Conforme o balanço, a projeção ideal é de que o Município chegue ao fim do mês de abril com 158 casos confirmados. No entanto, existe a possibilidade, se as medidas de distanciamento social não forem seguidas, de o Município chegar a 879 casos no fim do mês. Os óbitos também entram nessa conta. No melhor panorama, serão quatro óbitos. Porém, se a curva continuar a crescer Cascavel poderá chegar até 20 mortes ainda este mês. Outra informação importante é que a cidade tem hoje o total de 6,4 casos para cada 100 mil habitantes. O número é preocupante, conforme classificou o secretário de saúde, Thiago Stefanello, que acrescentou que a taxa de letalidade no Paraná é de 3%. “O que mais chama a atenção é a velocidade de transmissão desse vírus. Por isso, é tão importante que a população colabore e mantenha as orientações de distanciamento social”, reforçou. Atualmente, Cascavel conta com 50 casos confirmados da doença e 180 leitos equipados com respiradores para atender aos munícipes e até mesmo uma possível demanda regional.

O pico do vírus no Brasil será na semana de 7 a 13 de junho, esse dado independe das medidas de isolamento. DADOS DA SECRETARIA DE SAÚDE A Secretaria de Saúde também revelou os dados dos casos confirmados. A maioria é do sexo masculino, com 53,4%. A faixa etária mais acometida é justamente a do grupo de risco, idosos com idade entre 60 anos a 69 anos, com 23,20%. De todos os casos, mais de 60% tem alguma comorbidade associada. Cascavel agora já registra mais de 65% de casos sem histórico de viagem. Em relação à questão geográfica, os bairros Centro e Country são os que detêm o maior número de casos, respectivamente, 15 e 5. Para o prefeito Leonaldo Paranhos, a apresentação dos dados faz parte da conduta totalmente transparente adotada pela administração municipal em relação aos casos de coronavírus. “Vamos expor, de forma transparente, e responsável, sempre pedindo a população que colabore”, destacou. A assessora técnica do Departamento de Atenção à Saúde, doutora Luciana Cavalli, reforçou que é hora da comunidade tomar para si a responsabilidade no enfrentamento ao coronavírus. “Não é momento de passear, de fazer uma caminhada pelo Calçadão, de levar crianças no mercado. É preciso fazer uma reflexão sobre os riscos”, disse. LABORATÓRIO NO MUNICÍPIO Uma das novidades apresentada durante a coletiva de imprensa foi em relação a um avanço significativo para o Município. A partir de semana que vem, Cascavel realizará parte dos testes para a covid-19 aqui mesmo na cidade. Ao todo, serão mil testes destinados a casos graves e moderados. Mais de R$ 200 mil foram investidos para estruturar um laboratório municipal. A medida foi necessária uma vez que 3 mil kits empenhados pelo Município foram bloqueados pela China e uma nova remessa foi atravessada pelo Ministério da Saúde.

Novidades O município investiu o equivalente a R$ 40 mil para a compra do remédio hidroxicloroquina, o que corresponde a 3 mil comprimidos do medicamento. O recurso só será utilizado em casos graves. Outro anúncio é referente o investimento de 50 diárias em hotel de Cascavel para receber servidores que apresentem sintomas e que precisem ficar em total isolamento. COE Amanhã (09) haverá quatro reuniões de subcomissões do COE (Centro de Operações Emergenciais) para tratar de assuntos como "medidas de contenção", "insumos e atendimentos", "leitos e rede hospitalar" e "idosos e vulneráveis”.


2,171 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco

© 2020 Secretaria de Comunicação Social de Cascavel