• Paula Mai

Paranhos e Stefanello trazem de São Paulo 15 novos respiradores


Aeronave com os equipamentos chegou no fim da tarde desta segunda-feira no aeroporto de Cascavel. Prefeito ressalta que o mais importante no momento é que todos estejam conscientes e façam a sua parte

O prefeito Leonaldo Paranhos, o secretário de saúde, Tiago Stefanello e o presidente do IPC (Instituto de Planejamento de Cascavel), Tales Riedi Guilherme, desembarcaram no fim da tarde de hoje (1) no aeroporto de Cascavel trazendo 15 novos respiradores que serão usados em pacientes com Covid-19 em uma nova UTI que será montada no Hospital de Retaguarda. Os equipamentos também servirão para atender pacientes nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), especialmente na UPA Brasília, que foi transformada em um mini-hospital para receber pacientes com covid.

Os respiradores foram liberados pelo Ministério da Saúde após o prefeito ir até Brasília, na semana passada, buscar auxílio para o enfrentamento à Covid-19 em Cascavel. No início da tarde, ele embarcou para São Paulo buscar os equipamentos e retornou por volta das 18h.

Paranhos destaca que os respiradores vão aumentar a capacidade de atendimento, mas ressaltou a importância das atitudes individuais para conter o avanço do vírus. “Os respiradores são importantes, aumentam nossa capcacidade, mas não substituem a grande ferramenta que é a disciplina e cuidado pessoal que cada um tem que ter”, diz Paranhos.

O secretário de Saúde, Thiago Stefanello, explica que, atualmente, o Município possui 19 respiradores que estão nas UPAs, 13 deles ocupados. Nesta segunda-feira, um hospital privado emprestou outros dois respiradores e agora são mais 15 equipamentos enviados ao Município. “Amanhã cedo vamos organizar, verificar quais são os melhores respiradores, neste momento, para formar essa UTI nova no Hospital de Retaguarda. Serão de 10 a 15 leitos, os demais respiradores continuam nas UPAs, porque nós precisamos ter as unidades de suporte que ficam com pacientes intubados”, explica.

Setfanello destaca que apenas abrir leitos não é a solução. “Precisamos da ajuda de todos, de conscientização, mas também não podemos nos furtar a nossa responsabilidade que é tentar ampliar nossa capacidade”, declarou.

O secretário disse, ainda, que além dos 15 respiradores outros 15 monitores multiparamédicos que atua junto com os respiradores para formar os leitos de UTI, também foram conseguidos pelo prefeito. “Estes equipamentos já saíram de Curitiba, sendo enviados pelo governo do Estado e ainda hoje estarão em Cascavel. Faremos uma força-tarefa com nosso servidores para ainda esta semana termos estes leitos em funcionamento”.

O próximo passo será o Consamu fazer a contratação dos servidores que atuarão na nova ala de UTI do Hospital de Retaguarda. A expectativa é de que os leitos estejam prontos para receberem os pacientes dentro de dois ou três dias.

Apelo

Paranhos reforçou o apelo à população dizendo que a vacina é única solução que existe no momento, mas que o Município depende do Ministério da Saúde para poder adquirir. “A gente só pode vacinar conforme formos recebendo as doses e ainda atendendo a um cronograma de vacinação preconizado pelo Ministério. Então, até chegar sua vez de ser imunizado nós pedimos, fique em casa, respeite o distanciamento e obedeça as normas de segurança sanitária”, afirma.


1 visualização0 comentário

Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco

© 2020 Secretaria de Comunicação Social de Cascavel