• rosangela servilheire

Pacote Social amplia atendimento às famílias em situação de vulnerabilidade social

O prefeito Leonaldo Paranhos assinou hoje (8) ,o pacote social e econômico que, entre outras medidas, irá garantir a aquisição de cestas básicas que serão distribuídas às famílias cadastradas na Secretaria de Assistência Social e às famílias de alunos matriculados na Rede Municipal com cadastro no Bolsa Família . A aquisição emergencial ocorre em função da pandemia da Covid-19. Serão investidos R$ 619,9 mil na aquisição de 10 mil cestas básicas. “O pacote é urgente. As pessoas estão precisando. Estamos cumprindo uma ação junto com a Semed (Secretaria Municipal de Educação) e Seaso (Secretaria de Assistência Social) que é para as famílias, cujas crianças não estão estudando. Nós vamos garantir a eles, o alimento. É um momento de reconstrução. Tudo aquilo que o Município tem condições de fazer , vamos fazer. Temos que socorrer quem mais precisa, neste caso são as famílias em situação de vulnerabilidade social e segurança alimentar”, disse o prefeito Leonaldo Paranhos.



A secretária Márcia Baldini, da Educação, explicou como foi possível adquirir as cestas. “Foi realizado remanejamento de R$ 441 mil para aquisição de 6,4 mil cestas básicas. E, nesta quinta feira (9) já iniciaremos a distribuição para as 3,2 mil famílias que pertencem ao Bolsa Família. No mês de maio estaremos fazendo uma nova distribuição”.

O prefeito Paranhos observou que já houve, inclusive distribuição de cestas. "O Município já comprou as cestas e já entregamos mil cestas em uma primeira etapa, mesmo com dispensa de licitação fizemos um ato licitatório. Nossos fornecedores vieram na sala de compras e abriram os envelopes, só neste movimento tivemos mais de R$ 100 mil de desconto. Não é porque estamos em situação de calamidade e pandemia, que a coisas precisam ser compradas sem critério, pelo contrário é hora de otimizar os recursos que temos e os fornecedores terem a sensibilidade de que alguns produtos como estes não precisam ter margem de lucro tão grande. É momento de solidariedade”.


Cascavel Caridoso


Na mesma solenidade, foi assinado um anteprojeto de lei que cria o Programa Cascavel Caridoso, que irá acolher pessoas idosas e pessoas adultas com deficiência em situação de vulnerabilidade social, que não tenham família ou estejam com os vínculos familiares rompidos. Famílias acolhedoras serão selecionadas e receberão um valor mensal para pagar as despesas do acolhido. “Por meio do programa Cascavel Caridoso vamos atender as pessoas que se enquadram nestes critérios e que não tenham família e através da lei, após aprovada, conseguiremos iniciar o programa que com certeza fará a diferença para estas pessoas que estão muitas vezes em situação de abandono e risco e, para isso as famílias acolhedoras serão capacitadas, terão acompanhamento técnico e irão receber uma bolsa que será a indenização pelos custos de ter alguém em sua casa e dando a estas pessoas os cuidados, alimentos, medicamentos e gerir a vida desta pessoa”, explicou o ex-secretário de Assistência Social, Hudson Moreschi Júnior.


Programa Promover


Também será assinado um aditivo que permitirá a expansão, temporária, do Programa Promover, que passará a contar com dois mil benefícios simultâneos. A expansão faz parte das ações de enfrentamento ao coronavírus. “O Município de Cascavel, através da Secretaria de Assistência Social, irá ampliar o número de beneficiados com o cartão Promover. Lançamos aqui a ampliação e potencialização do programa Promover onde temos duas mil famílias de maneira simultânea atendidas por este programa que permite a compra de alimentos, produtos de higiene e limpeza e o gás”, enfatizou a secretária Rose Vascelai, da Assistência.


0 visualização

Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco

© 2020 Secretaria de Comunicação Social de Cascavel