• rosangela servilheire

Operação Retomada Segura une forças de segurança para orientar a população e comerciantes

Com participação do Exército, Polícia Militar, Polícia Civil, Guarda Municipal, Defesa Civil e Território Cidadão, teve início hoje (7) a Operação Retomada Segura. O objetivo é garantir o cumprimento do novo decreto sobre reabertura gradativa do comércio, além dos cuidados sanitários a serem adotados por empresas e população.

O prefeito Leonaldo Paranhos acompanhou o início dos trabalhos e disse que o problema não é trabalhar, mas como trabalhar. "Quero fazer um apelo à cidade de modo geral, que só vá às compras se for necessário. Não é o momento para isso. Nós abemos que a economia tem um peso extraordinário na vida de qualquer cidade e país, mas nós sabemos que também é preciso cuidar da vida, nós não podemos ter uma mancha, ser uma cidade que foi irresponsável e que colocou em risco a vida das pessoas. É um momento de muita maturidade”, frisou.

Paranhos defendeu que uma reabertura organizada traz credibilidade à cidade. “Se nós provarmos nesse momento que nós abrimos nossas lojas de forma organizada, sem romper as barreiras, os limites, vamos ganhar credibilidade junto à justiça, ao setor produtivo e a população. Eu quero pedir que neste primeiro dia de retomada a gente possa dar exemplo para o Brasil. Cascavel é uma cidade madura e reconhece prioritariamente o direito a vida e o direito de trabalho. Isso depende de nós. Eu não quero ter que agir com o fechamento de loja, cassando alvará. Nós queremos abrir lojas e de fato comemorar a vida das pessoas. Essa cidade é um símbolo de amor e responsabilidade”.

Operação

Caberá ao Exército, na operação Retomada Segura, orientar a população e comerciantes do centro da cidade. A Polícia Militar, Polícia Civil e Guarda Municipal atuarão nos bairros. "A Polícia Militar estará trabalhando intensamente todo os dias, durante a operação, enquanto ela perdurar. Estamos neste primeiro momento com quatro viaturas e dois policiais em cada veículo”, explicou o subtenente Mainar Lopes.

O Secretário Antonio Volmei dos Santos, da Secretaria Municipal de Políticas Sobre Drogas e Proteção à Comunidade, disse que o contingente será disponibilizado enquanto durar a operação e que o trabalho será feito em todos os bairros da cidade.

O delegado adjunto da 15ª SDP, Fernando Zamoner, explicou que diante da situação de pandemia, a Polícia Civil se junta a esta força-tarefa para garantir a segurança e o bem estar da população. “ Desde o início deste movimento de conscientização da população, a Polícia Civil vem dando apoio de modo organizado junto às demais forças de segurança, este é um momento singular que exige integração, união de esforços. Nós temos destacado diariamente uma equipe para prestar apoio neste processo de conscientização da população com carro de som e principalmente para identificação de pontos específicos de aglomeração onde verificamos o descumprimento das regras impostas pelos órgãos de saúde e vigilância sanitária, no combate ao coronavirus”, enfatizou.

Sem aglomeração

A operação Retomada Segura marca o primeiro dia de abertura parcial do comércio de Cascavel, com o funcionamento de empresas com até nove funcionários registrados. Somente estes estabelecimentos estão autorizados a abrir as portas para atendimento ao público obedecendo as normas de segurança sugeridas pelas autoridades de saúde, para conter o avanço do coronavirus em Cascavel.

“O comércio está aberto, mas não podemos fazer aglomeração nos espaços. Importante que todos tenham consciência das regras de segurança. Estamos em situação de pandemia e precisamos que a população tenha consciência de ficar resguardada. Vamos evitar a saída de casa até que a gente vença essa luta. Esta é a hora de todos demonstrarem responsabilidade ” , disse o gestor do território Cidadão, José Carlos da Costa, o Cocão.


0 visualização

Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco

© 2020 Secretaria de Comunicação Social de Cascavel