• Luiz da Cruz

Laboratório Central de Cascavel é habilitado para exames RT-PCR da Covid-19


Nesta sexta-feira (22), o Laboratório Central de Cascavel recebeu a certificação que o habilita oficialmente como unidade para exames RT-PCR da Covid-19. A habilitação foi feita pela Secretaria Estadual de Saúde por meio da Superintendência de Vigilância em Saúde.

Dessa forma, Cascavel se soma à Foz do Iguaçu, os quais possuem estabelecimentos municipais credenciados pelo Governo do Estado para a realização dos testes para Covid-19.

No mês de abril, o Laboratório Central de Cascavel recebeu dois novos equipamentos para análise das amostras coletadas em pacientes com suspeita do novo coronavírus. Os equipamentos são: um termociclador e um extrator de DNA, com fabricação na Coréia do Sul.


De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, pelo menos três mil testes poderão ser realizados com os equipamentos ao longo dos próximos meses.


Para o Secretário de Saúde Cascavel, Thiago Daross Stefanello, o credenciamento é fruto do trabalho planejado no combate à Covid-19. “Quero parabenizar a todos os servidores da Saúde, que se empenharam nessa conquista, pois dessa maneira agilizaremos a entrega dos resultados do exames realizados pelo Laboratório Central do Município”, enalteceu Thiago.

24 horas

Os equipamentos de análises adquiridos pela Secretaria de Saúde de Cascavel são capazes de apresentarem o resultado dos exames em até 24 horas.

O Laboratório Central não irá trabalhar com testagem de demanda espontânea. Os exames serão demandados de pacientes sintomáticos respiratórios, que estão nas UPAs; da solicitação feita por médicos do Call Center, além do Hospital de Campanha, caso entre em funcionamento.

Como funciona

O PCR, realizado pelo termociclador, é um exame que pesquisa o material genético do agente etiológico que causa a Covid-19, além de outras doenças provocadas por vírus. As secreções naso e orofaríngeas são coletadas do paciente e colocadas em microtubos e encaminhados ao Laboratório Central do Município.

Os microtubos são inseridos na máquina de extração, onde passam por um tratamento químico para posterior amplificação (termociclador) do material genético do vírus, caso esse esteja presente.

0 visualização

Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco

© 2020 Secretaria de Comunicação Social de Cascavel