• rosangela servilheire

Forças de segurança vão ampliar operações para fazer valer o toque de recolher

“Não podemos relaxar no cumprimento do decreto municipal. As pessoas precisam entender que ainda estamos na luta contra o coronavirus”. A orientação foi feita pelo prefeito Leonaldo Paranhos, que participou na manhã de hoje (25) da reunião com as forças de segurança formadas pelas polícias Civil, Militar, Guarda Municipal, Território Cidadão, Cettrans/Transitar e Defesa Civil. O encontro aconteceu para que fossem definidos os detalhes da operação de contenção, distanciamento e fiscalização no comércio e nas ruas de Cascavel.

A orientação repassada aos integrantes das Forças de segurança é que se faça valer o cumprimento do Decreto Municipal 15.396, de 18 de abril, e que entrou em vigor no último dia 22.

O secretário Antonio Volmei dos Santos , da Secretaria Municipal de Política sobre Drogas e Proteção à Comunidade (Semppro), explica que a fiscalização sobre o toque de recolher será intensificada. “Nós vamos dar prosseguimento à fiscalização nos bairros durante o dia e a noite na área central. Vamos intensificar o toque de recolher que está em vigência das 21h às 6h, mas nós percebemos que a população afrouxou as orientações e nós vamos cobrar, e aqueles que se recusar a cumprir a determinação do COE será conduzido para a lavratura de Termo Circunstanciado. Se a pessoa desobedecer a uma orientação e não querer usar máscara ele pode responder o artigo 268 do Código Penal, que caracteriza dolo por não cumprimento de uma determinação sanitária e propagar doenças deliberadamente”, explica.

Ainda durante a reunião, foi informado que na primeira semana em que o decreto municipal passou a vigorar, a média de isolamento social na cidade alcançou índice de 51%, caindo nas semanas seguintes, por conta do relaxamento da população, chegando a 38% ontem (24), de acordo com o ranking do índice de isolamento social por região, que vem sendo feito pelo aplicativo Vigia. “Este aplicativo nos dá uma condição de mais êxito no nosso trabalho. Temos uma cidade muito grande, com mais de 330 mil habitantes, mais de 110 mil residências, e com o aplicativo temos uma eficiência maior, concentramos energia exatamente nos pontos em que o aplicativo nos revela que existe uma movimentação maior de pessoas. Nós precisamos atingir uma meta de pelo menos 50% de isolamento domiciliar. Por isso, as ações de fiscalização e orientação são essenciais nestes locais onde estamos percebendo um afrouxamento no cumprimento do decreto municipal”, disse o prefeito Paranhos.

Paranhos lembra que não se deve colocar em risco o que já foi conquistado. “É necessário que o toque de recolher tenha a eficiência do planejamento feito no inicio deste enfrentamento do coronavirus. Nós não estamos ainda em dias normais de vida, nós estamos caminhando ainda para o problema e o que preocupa é que vejo que houve um relaxamento de alguns setores no sentido de imaginar que está tudo sobre controle, pelo contrário, nós podemos colocar em risco tudo aquilo que construímos até agora. As regras precisam ser cumpridas, esta é uma decisão coletiva, todos tem que ter responsabilidade”, enfatizou.



0 visualização

Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco

© 2020 Secretaria de Comunicação Social de Cascavel