• Alexandra Oliveira

Espaço público para cães, primeiro ParCão, no EcoPark Oeste, é um sucesso em Cascavel

O primeiro ParCão (Parque pra Cão) de Cascavel fica no EcoPark Oeste, no bairro Santa Cruz. O espaço de quatro mil metros quadrados tem feito muito sucesso desde que foi inaugurado em 2020.


O ParCão é bem democrático. Cães de diversas raças e tamanhos se divertem na praça criada para a convivência dos animais domésticos.


No espaço, brinquedos e obstáculos deixam o momento mais alegre e atraente.


Com o clima ensolarado, o passeio ao ar livre é garantia de diversão pra cachorrada. Karin Magnoni é mãe do Brownie e afirma que a opção de passeio fora de casa é uma oportunidade interessante para os animais, pois eles conseguem se movimentar e se exercitar de maneira diferente. A segurança deixa os tutores mais tranquilos.


“Tem cercamento, e todo o espaço criado especificamente para os cães dá chance deles fazerem amigos e a gente também acaba conhecendo outras pessoas”. E as imagens mostram que Brownie gosta mesmo. Rapidamente faz "aumigos" e brinca à vontade. :)


(Foto do Brownie e os aumigos no ParCão)


“Eu acho o espaço ótimo, sempre trago meus dois cães e eles adoram, até porque o passeio com coleira não é a mesma coisa. Aqui eles podem correr pra todo lado, livres”, conta a Patrícia Fernandes, enquanto Mario e Luigi (os dois cães da raça Spitz) se divertem na praça.


(Patrícia Fernandes, o marido, e os dois pets Mario e Luigi. Foto: Sílvia Soluszynski/Secom)


O parque, construído como um dos anexos do EcoPark Oeste, fica ao lado do prolongamento do Binário Kennedy/Recife.


A boa notícia é que banheiros estão sendo construídos perto da praça e atendendo a pedidos, em breve uma torneira para matar a sede dos cães estará à disposição.


“O primeira ParCão foi muito bem aceito e agora o município projeta a instalação de mais espaços como esse em parques públicos de Cascavel”, conta Ailton Lima, diretor da Secretaria de Meio Ambiente.


A praça garante diversão e tranquilidade pois é totalmente cercada e aberta ao público.


Para o tutor cabe a responsabilidade pelas ações e comportamento do seu bicho de estimação, além claro de cumprir regras básicas de higiene e segurança: levar o animal vacinado e apenas os que são são dóceis.


Ah, outro recado para os donos. Não esquecer de usar máscara, afinal a pandemia ainda não terminou, levar a sacolinha para recolher o cocô do pet e enquanto as reformas não ficarem prontas, a garrafinha com água para matar a sede.






325 visualizações0 comentário