• Paula Mai

Cascavel vacina pessoas de 55 a 59 anos com comorbidades neste sábado (15)

Grupo deve apresentar declaração médica com a comprovação que a pessoa tem algum dos 22 tipos de doenças preexistentes listadas no Plano de Imunização Contra a Covid-19

Cascavel imuniza neste sábado (15), contra a Covid-19, pessoas com doenças crônicas, as chamadas comorbidades, para quem tem entre 55 e 59 anos, neste sábado (15).

A vacinação acontecerá em 35 unidades de saúde que vão abrir exclusivamente para imunizar esse grupo entre 8 e 17 horas.

Os pacientes precisam apresentar a declaração, assinada e certificada pelo médico, que ficará retida no momento da vacinação.

O modelo está disponível no portal do Conselho Regional de Medicina do Paraná (CRM-PR), com a comprovação de que a pessoa tem algum dos 22 tipos de doenças preexistentes listadas no Plano de Imunização Contra a Covic-19, do Ministério da Saúde (lista abaixo).

As pessoas que são acompanhados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) podem ter a comorbidade comprovada pela unidade de saúde.

“Não será aceito apenas um atestado que indica a necessidade da vacina, o médico precisa cumprir as regras. O documento ficará retido e são de total responsabilidade do profissional que emitiu”, ressalto o secretário de Saúde, Miroslau Bailak.

No termo, o médico precisará declarar que o paciente está sob seus cuidados e, por fim, assinalar a veracidade e autenticidade das informações descritas na declaração, sob pena de responsabilização pelo Código de Ética Médica e Código Penal.

O grupo de pessoas com comorbidades será vacinado de forma gradativa e condicionado ao recebimento de novas remessas de vacinas.


Professores

Na próxima terça-feira (18), Cascavel começa a vacinar professores da rede estadual e particular do ensino fundamental. A doses serão aplicadas nos profissionais de 55 a 59 anos que atuam em creches, pré-escola, ensino fundamental I e II, Ensino Médio, Cursos profissionalizantes e EJA.

Será no interior do Centro de Eventos entre 8 e 17 horas até o dia 21, conforme a disponibilidade de doses.

Os trabalhadores precisam apresentar a declaração assinada pela direção do estabelecimento de ensino, informando o vínculo e atividade desempenhada que ficará retida pelos imunizadores.

No ato da vacina, todas as pessoas precisam ter em mãos documento com foto, cartão nacional de saúde ou CPF, e ainda o comprovante de residência.

No Centro de Eventos, onde está montada a Central de Vacinação, continua a aplicação da primeira dose para quem perdeu o prazo dentro do cronograma normal, a chamada repescagem das pessoas com 60 anos ou mais, sempre nas segundas-feiras.

Na Unioeste o posto de vacinação é para a segunda dose dos idosos. Os demais grupos recebem a segunda dose no centro de Eventos ou conforme a indicação do aplicador na primeira dose.

Pessoas com Deficiência Permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC) de 55 a 59 anos estão sendo imunizadas nas Unidades de Saúde por agendamento.


ALERTA

“Lembramos que a pandemia não acabou. Os cuidados básicos como uso de máscara, distanciamento, não devem ser abandonados. Observamos que os números podem voltar a subir, então, mais do que nunca, precisamos evitar aglomerações e assim com medidas de autorresponsabilidade frear uma nova onda de casos que resultam em superlotações de leitos”, alerta Miroslau.



479 visualizações1 comentário