• Crislaine Güetter

Campanha de vacinação da gripe será retomada na segunda (4) no Quiosque da Avenida Brasil

A 2ª etapa da Campanha de Vacinação Contra Gripe será retomada na próxima segunda-feira (4), no ponto de vacinação do Quiosque da Avenida Brasil, no Calçadão.

A procura pela imunização foi tão grande, que do total de mais de 15 mil vacinas recebidas do Ministério da Saúde só restam cerca de 2 mil doses em Cascavel. Dessa forma, o Quiosque será o ponto de vacinação, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, até que o estoque seja zerado. Nesta sexta-feira (1), feriado de Dia do Trabalhador, não haverá vacinação no Município.

Ao todo, o Município contou com 38 pontos de vacinação nesta semana, incluindo nove no interior. A Secretaria de Saúde agora espera uma nova remessa de vacinas do Ministério da Saúde para encerrar a vacinação no público-alvo da 2ª etapa.

A orientação do governo municipal é que os cascavelenses respeitem as medidas sanitárias por conta do combate ao novo coronavírus (Covid-19), que incluem o distanciamento nas filas e também o uso obrigatório de máscaras.

Quem pode se vacinar?

Nesta fase da campanha, o público-alvo é formado por doentes crônicos, portadores de condições clínicas especiais, sistema prisional, profissionais das forças de segurança e salvamento, portuários, caminhoneiros, motoristas e cobradores do transporte coletivo e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas. As crianças com mais de seis meses que possuam alguma doença crônica também foram somadas esse grupo.

As pessoas que deveriam ter se imunizado na primeira fase da campanha, mas, que por algum motivo não se vacinaram, também poderão se imunizar. Ou seja, os idosos acima de 60 anos e profissionais da saúde.

COMO COMPROVAR QUE FAÇO PARTE DO GRUPO PRIORITÁRIO?

Uma das dúvidas da população é em relação a como os doentes crônicos ou portadores de necessidades especiais poderão comprovar que fazem parte do grupo prioritário para a vacinação.

Segundo o PMI (Programa Municipal de Imunização), esses cidadãos só precisarão apresentar uma receita médica, mesmo com data desatualizada (até 6 meses) ou um medicamento contanto que tenha alguma identificação que corresponda ao paciente. As carteirinhas de hipertenso, diabético e de outras comorbidades também serão aceitas.

Já em relação aos motoristas caminhoneiros, inclusive os autônomos e também cobradores do transporte coletivo, os seguintes documentos serão aceitos: carteira de trabalho, contracheque, carteira de sócio de sindicato, CNH na categoria C, D ou E, crachá funcional.



367 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco

© 2020 Secretaria de Comunicação Social de Cascavel