• Luiz da Cruz

Boletim Epidemiológico da Secretaria de Saúde mostra o perfil das pessoas acometidas pela Covid-19


Nessa quarta-feira (01), a Secretaria de Saúde de Cascavel disponibilizou um Boletim Epidemiológico com dados sobre a Covid-19 no município. Os dados foram contabilizados desde o inicio da pandemia até o dia 27 de junho (semana epidemiológica nº 26).

Entre várias informações, o boletim traz o perfil das pessoas que foram infectadas pelo novo coronavírus. No período analisado, 25% das pessoas contaminadas pela Covid-19 tem entre 30 e 39 anos, seguido das pessoas entre 20 e 29 anos (23%); entre 40 e 49 anos (22%); entre 50 e 59 anos (15%). O que mostra que a maior parte dos infectados no município fazem parte da faixa etária produtiva.

Outro dado relevante na análise feita pelas autoridade de saúde do município é quanto a ocupação profissional das pessoas infectadas pela Covid-19. Entre as 50 ocupações mais acometidas pelo novo coronavírus, temos 14% de profissionais da saúde (somando com profissionais de laboratórios), os profissionais da segurança pública, estudantes da área de Saúde somaram 1% cada. Aposentados e donas de casa, somam menos de 10%.

Ainda segundo o Boletim Epidemiológico, 88% das mortes ocorreram em pacientes que apresentavam alguma comorbidades, no entanto, quase 12% dos óbitos não apresentavam nenhum tipo de doença associada.

Quando se compara os casos confirmados da doença, em que predomina a faixa etária produtiva (população de 20 a 59 anos), com os óbitos no qual predomina a faixa etária acima de 60 anos, percebe-se que a população trabalhadora está levando o vírus pra casa e contaminando os idosos e crônicos, que são justamente a população de risco para a covid-19.

Taxa de letalidade

A taxa de letalidade pela Covid-19, em Cascavel, é menor do que a apresentada pelo Estado e Brasil. Essa taxa é calculada com base no numero de óbitos da doença pelo total de contaminados e demonstra a capacidade de atendimento aos pacientes. Ou seja a baixa letalidade demonstra todo o esforço do gestor em por as estruturas de saúde para atendimento a população, que vai desde a abertura do centro de triagem, abertura do hospital de retaguarda, ampliação de leitos de UTI.

“Os dados apresentados são basilares de todas ferramentas e serviços que diariamente disponibilizamos às pessoas, caso precisem do sistema público de saúde. A Secretaria de Saúde e a Prefeitura jamais mediram esforços para orientar sobre as medidas necessárias que devem ser adotadas pela população (máscara, higienização das mãos, distanciamento e isolamento social) e a ampliação dos serviços ao longo dessa pandemia”, destacou o Secretário de Saúde, Thiago Daross Stefanello.

Entre as mais recentes estruturas colocadas em funcionamento são o Hospital de Retaguarda com 14 leitos de UTI e 28 de enfermaria, neste momento, exclusivo para pacientes da Covid-19. Além do Hospital de Campanha/Centro de Triagem, que já realizou 635 atendimentos em apenas 9 dias com funcionamento de domingo à domingo das 7h às 19 horas.

0 visualização

Receba nossas atualizações

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco

© 2020 Secretaria de Comunicação Social de Cascavel